Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 12ª Semana de Ciência e Tecnologia do CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
CARACTERIZAÇÃO MINERALÓGICA E AVALIAÇÃO DO COMPORTAMENTO MECÂNICO DE MASSAS CERÂMICAS DESENVOLVIDAS A PARTIR DO RESÍDUO DE POLIMENTO DE PORCELANATO
Paulo Renato Perdigão Paiva, Jacyara Maria Alves Vieira, Adriane Cristina de Jesus, Naira Raquel de Souza

Última alteração: 2016-08-26

Resumo


O processo de produção dos revestimentos cerâmicos apresenta como um dos principais resíduos o pó gerado durante o seu processo de polimento, por ser um resíduo impuro para reutilização no processo, acaba sendo descartado em aterros. Por esse motivo, o seu reaproveitamento deve ser estudado, considerando suas características químicas e mineralógicas, além de considerar as propriedades mecânico conferidas às novas massas cerâmicas a que o resíduo é incorporado. Portanto, neste trabalho foi realizada a caracterização mineralógica e o estudo da plasticidade da matéria prima, utilizada para a produção de porcelanatos, e do resíduo gerado durante a etapa de polimento. Além disso, foi realizado o estudo do comportamento mecânico das novas formulações cerâmicas utilizando a mistura desses materiais, identificando as proporções adequadas e sugerindo novas aplicações. Os resultados obtidos através da caracterização da matéria-prima e do resíduo indicaram composições químicas similares para ambos, o que confirma o potencial do retorno do resíduo ao processo produtivo. No entanto, as fases mineralógicas de cada uma das amostras são distintas, o que pode provocar diferença no comportamento mecânico com diferentes quantidades de resíduo. A prensagem dos corpos de prova utilizando a carga de 9Ton apresentou-se adequada devido a boa resistência a verde das amostras e a etapa de secagem e sinterização não provocou retração volumétrica expressiva dos mesmos.

Palavras-chave


Porcelanato. Reologia. Resíduo.