Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 12ª Semana de Ciência e Tecnologia do CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
REDE DE NEURÔNIOS PULSANTES EXECUTANDO CATEGORIZAÇÃO RELACIONAL
Bruno Andre Santos, Rogério Martins Gomes, Lucas Ferreira Alves

Última alteração: 2016-09-12

Resumo


Este projeto visou estudar como memórias de curto prazo podem ser codificadas nos pulsos de uma rede neural. Para tal, foi desenvolvido um modelo computacional capaz de realizar categorização relacional através de pulsos neuronais. Uma rede de dez neurônios pulsantes de Izhikevich foi implementada e os parâmetros da rede foram evoluídos com a utilização de algoritmos genéticos. Durante os experimentos, um neurônio de entrada foi escolhido para receber dois sinais entrada i1 e i2 de diferentes intensidades. Após ser aplicado durante um intervalo de tempo T1, o sinal i1 foi retirado. Em seguida, após o intervalo de tempo T2 onde a rede não recebeu nenhuma entrada, o sinal i2 foi aplicado à rede durante uma janela de tempo T3. Após a retirada de i2, a frequência de um neurônio de saída da rede foi analisada. Em 91,67 por cento das combinações de entradas i1 e i2 apresentadas, o neurônio de saída foi capaz de identificar a relação maior/menor entre as intensidades dos sinais de entrada. Este é um trabalho encontra-se em desenvolvimento. Nas próximas será realizado um ajuste fino nos parâmetros do modelo e sua implementação em um robô. Também será feito um estudo do mecanismo neural responsável por codificar e realizar a comparação entre os sinais de entrada.

Palavras-chave


Neurocomputação. Neurônios pulsantes. Redes neurais. Categorização relacional. Memória de curto prazo.