Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 13ª SEMANA DE CIÊNCIA & TECNOLOGIA 2017 - CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
O USO DA CIÊNCIA FORENSE COMO FERRAMENTA DE APRENDIZADO NO ENSINO MÉDIO
Juliana Alvarenga Alves, Raphaella Bahia Soares Cabral, João Pedro Brogi Pederiva, Jéssica Pereira de Oliveira, Brian Messias

Última alteração: 2017-09-02

Resumo


Uma das principais preocupações atualmente é no que se diz respeito à construção de um ensino eficaz de ciências, capaz de promover a incorporação de teoria e prática para elaboração de um conhecimento consistente e duradouro. Diante dessas circunstâncias, entrou-se em discussão um modelo alternativo de aprendizagem, chamado ensino por investigação, o qual consiste essencialmente em estimular a autonomia do aluno para encontrar a solução de determinado problema. Concomitantemente, a Ciência Forense se baseia na execução de técnicas científicas para resolução de situações relacionadas à perícia civil e criminal. Engloba, por sua vez, conhecimentos envolvendo física, química, matemática e biologia. Nossa metodologia consistiu basicamente em criar uma cena de crime utilizando uma arma de pressão com de calibre 4,5mm e um ovo cozido com sangue falso injetado em seu interior representando um crânio artificial, a partir do tiro varias gotas se espalhariam na cartolina posicionada no chão e assim estaria estabelecida a cena de "crime". Posteriormente, nosso objetivo final foi encaminhar uma turma de alunos para nossa cena de "crime" e lá orientá-los a analisar e desvendar a situação proposta usando conceitos de trigonometria a partir das medições das gostas, lançamento oblíquo e as leis da cinemática. A condução deste procedimento é feita pelos autores do projeto, usando a ferramente de ensino por investigação, incentivando o espírito crítico e postura de autonomia nos alunos.

Palavras-chave


Física. Ciência forense. Química.