Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 14ª Semana de Ciência & Tecnologia 2018 - CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
IDENTIFICAÇÃO DE SUBSTÂNCIAS DE INTERESSE EM QUIMICA FORENSE POR ESPECTROMETRIA DE MASSAS
Adriana Akemi Okuma, Cleverson Fernando Garcia, André Dias Cavalcanti, Nayara Gabriela da Silva

Última alteração: 2018-08-24

Resumo


Os anabolizantes esteroidais sintéticos são substâncias derivadas do hormônio testosterona e desenvolvidas para fins terapêuticos. No entanto, tais substâncias têm sido utilizadas por muitos atletas amadores e profissionais com o propósito de melhorar o desempenho físico, a estética corporal e o ganho de massa muscular. Em função do uso indevido e dos variados efeitos colaterais que produzem, os anabolizantes encontram-se relacionados nas listas de substâncias controladas pela Portaria SVS/MS nº 344/1998 da ANVISA. A identificação química de anabolizantes apreendidos em situação irregular é uma atividade de rotina dos laboratórios forenses. Nesse contexto, o presente trabalho apresenta a identificação de três anabolizantes sintéticos - Fluoximesterona, Metandrostenolona e Oximetolona - em materiais apreendidos no Brasil, mediante análise do perfil de fragmentação por Espectrometria de Massas com Ionização por Impacto de Elétrons (EI-MS). Foram interpretados os espectros de massas cedidos pela Polícia Federal, obtidos a partir da análise de materiais apreendidos, considerando o espectro de massas do padrão e dados da literatura. A análise dos espectros de massas possibilitou a identificação de fragmentos típicos de esteroides e propostos os principais caminhos e mecanismos de fragmentação. Os resultados obtidos proporcionaram a elaboração de um banco de dados para uso forense e para a comunidade científica.

Palavras-chave


Anabolizantes sintéticos. Espectrometria de massas. Fragmentação.