Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 14ª Semana de Ciência & Tecnologia 2018 - CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
CONTENÇÃO E ESTABILIZAÇÃO DE PROCESSOS EROSIVOS AVANÇADOS POR MEIO DE EMPREGO DE GEOSSINTÉTICOS
Denise Carvalho Urashima, Mag Geisielly Alves Guimarães, Rodrigo Lucas da Silva Souza

Última alteração: 2018-09-09

Resumo


A erosão é um fenômeno natural, porém vem sendo acelerado por ações antrópicas, gerando grandes prejuízos. Os geossintéticos são produtos amplamente empregados em obras geotécnicas em distintas funções, sendo uma delas a conciliação das técnicas de semeadura direta com a de contenção de erosão (bioengenharia). O revestimento de talude, com uso de geossintéticos do tipo biomantas e geomantas, diminui a evaporação da água, deixando o solo úmido por mais tempo, sendo possível aplicá-lo em períodos de estiagem, permitindo ainda a proteção do terreno contra o impacto direto da chuva. A pesquisa em andamento está sendo realizada num talude de corte na obra de duplicação da BR 459, num talude com 60º de inclinação e constituído de solo siltoso expansivo, ou seja, uma situação com potencial de erosão. Para análise estão sendo monitorados cinco tratamentos sendo todos multicoveados para hidrossemeadura: 1-Testemunho; 2- Biomanta; 3- Biomanta reforçada; 4- Geomanta e 5- Geomanta reforçada. Estão sendo avaliadas as variáveis respostas: precipitação, perda de solo e revegetação. Como resultados preliminares, observou-se que nos tratamentos com biomantas e geomantas houve um aumento da umidade dos solos protegidos, menor perda de sólidos e maior desenvolvimento da espécie vegetal (Arachis Pintói). Os resultados preliminares apontam para de forma promissora o emprego da bioengenharia na remediação de impactos gerados por ações antrópicas.

Palavras-chave


Bioengenharia. Geossintéticos. Erosão