Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 14ª Semana de Ciência & Tecnologia 2018 - CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
RECONHECIMENTO DE SABERES PREVIOS: UM ESTUDO COM MULHERES EM SITUAÇÃO DE PRIVAÇÃO DE LIBERDADE - PARTE 1
Ludmila de Vasconcelos Machado Guimarães, Carolina Riente Andrade Paula, Ana Flávia Ferreira Moreira, Giulia Roriz dos Santos, Júlia Íris Silva de Faria

Última alteração: 2018-09-03

Resumo


O desafio científico do presente trabalho é o de desenvolver e aplicar uma metodologia de reconhecimento de saberes prévios (pertencentes a mulheres encarceradas), que sirvam de base para uma futura aplicação dos conhecimentos adquiridos na formação para o trabalho e que estejam alinhados à proposta do “Mulheres Mil”. A construção aqui proposta parte de uma lógica temporal, buscando lembranças do passado, percepções do presente e projeções do futuro, para a construção da presente adaptação das metodologias de Mapa da Vida, Plano de Desenvolvimento Individual e Oficina Canvas, respectivamente. Tendo como norteador o referencial das clínicas do trabalho e a psicanálise, acompanhou-se, durante o primeiro semestre de 2018, uma turma do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) que aconteceu em um presídio localizado na cidade de Belo Horizonte. Por fim, o grande desafio que tem se delineado até o momento da pesquisa é o de levantar as possibilidades de deslocamento do modelo de empreendedorismo neoliberal e a utilização de seu ferramental para uma perspectiva mais alinhada ao desvelamento dos saberes mais genuínos dessas mulheres, a partir da consideração do lugar da fala e da escuta como espaços fundantes para a compreensão do destino dado à pulsão no fazer industrioso de cada sujeito.

Palavras-chave


Mulheres. Cárcere. Reconhecimento de saberes.