Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 14ª Semana de Ciência & Tecnologia 2018 - CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
AVALIAÇÃO DO EFEITO DO AQUECIMENTO E CHOQUE TÉRMICO NA FRAGMENTAÇÃO DE PARTÍCULAS MINERAIS
Tamíris Fonseca de Souza, Leandro Henrique Santos, Leonardo Marçal Siqueira

Última alteração: 2018-09-13

Resumo


Diante do cenário atual, em que os minérios apresentam teores cada vez menores e composição mais complexa, a otimização das operações de beneficiamento se apresenta como um desafio para indústria mineral. Dentre algumas possibilidades de melhorias no beneficiamento mineral, pode-se destacar a redução energética durante a fragmentação de partículas com características mais abrasiva, etapa que demanda maior consumo de energia durante a rota. Esse trabalho avaliou o efeito do aquecimento e do choque térmico sobre a fragmentação de partículas minerais de itabirito. Para o aquecimento foram utilizadas duas metodologias: aquecimento utilizando a mufla e aquecimento utilizando micro-ondas, em alguns testes o aquecimento foi seguido de choque térmico. Posteriormente foram obtidos os valores da relação de redução e confeccionados os gráficos das curvas granulométricas dos produtos da britagem. Com o aquecimento do minério espera-se que ocorra uma expansão de sua estrutura cristalina ampliando as famílias de trincas pré-existentes. Também é possível que novas famílias de trincas surjam causando o aumento de pontos de fraquezas que facilitaram a fragmentação destas partículas minerais. Alguns resultados foram promissores, como por exemplo, o aquecimento em micro-ondas na potência de 900 W por 15 minutos seguido de choque térmico, e o aquecimento a 500˚C por 15 minutos seguido de choque térmico.

Palavras-chave


Britagem. Aquecimento/choque térmico. Relação de redução. Minério de ferro.