Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 14ª Semana de Ciência & Tecnologia 2018 - CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
ESTUDO E AVALIAÇÃO DE TÉCNICAS DE COMANDO DE INVERSORES DE FREQUÊNCIA DE CINCO NÍVEIS PARA APLICAÇÃO EM ALTA POTÊNCIA.
Alex Sander Amável Luiz, Marcelo Martins Stopa, Giovani Guimarães Rodrigues, Larissa Caroline Oliveira Neto

Última alteração: 2018-08-31

Resumo


Este trabalho consiste no estudo e desenvolvimento de um modulador de largura de pulso baseado na técnica de controle de razão cíclica para o inversor Tipo G de 5 níveis. O modulador denomina-se “duty cycle control”–DCC-PWM e para seu bom funcionamento necessita da informação, em tempo real, do sinal da inclinação de sua onda de referência, para a síntese da tensão de saída do inversor. Neste caso, o trabalho apresenta uma investigação da aplicação do integrador genérico de segunda ordem, SOGI, no cálculo em tempo discreto da inclinação da tensão de referência. Neste trabalho é utilizada a topologia de conversor Tipo G, que por sua vez apresenta menores dv/dt de tensão aplicado à carga, melhor distribuição de harmônicos no espectro de frequência e a possibilidade do uso de técnicas de modulação de baixa frequência como o próprio DCC-PWM. A simulação do sistema é feita no software Matlab/Simulink. O objetivo foi aprimorar a forma de onda obtida em pesquisas anteriores e o critério utilizado para comparação foi da taxa de distorção harmônica do sinal de tensão aplicado à carga, diretamente relacionado com a qualidade da energia entregue à mesma, além da inspeção visual de aspectos das ondas sintetizadas como a simetria das correntes obtidas em baixa frequência amostragem e de comutação. Verificou neste caso que apesar da sofisticação do SOGI a estratégia apresentou pouco impacto na melhoria do cálculo da inclinação da referência e com isso nas formas de onda sintetizadas.

Palavras-chave


Inversor mutinível. Acionamentos c.a.. PWM.