Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 15ª Semana de Ciência & Tecnologia 2019 - CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
COMPOSIÇÃO GRAVIMÉTRICA DOS RESÍDUOS COMUNS DO CEFET MG – CAMPUS I
Daniel Brianezi, Carmem Eliza Aparecida de Oliveira Malta, Igor Henrique Santos Gomes, Kênia Carolina Rocha, Isabela Rezende Coimbra

Última alteração: 2019-09-03

Resumo


Cerca de 78 milhões de toneladas de resíduos são produzidos anualmente no Brasil, sendo uma parte significativa passível de ser reciclada. Observa-se, no entanto, que a maioria de resíduos gerados é descartado incorretamente, causando impactos negativos ao meio ambiente. A responsabilidade pelo manejo desses resíduos pertence à sociedade, às empresas e ao poder público. Atentando-se à premência do gerenciamento correto dos resíduos, em prol da coletividade, foi conduzido um projeto de gestão de resíduos sólidos para atender ao campus I do CEFET-MG, em Belo Horizonte. Objetivou-se caracterizar e quantificar os resíduos sólidos gerados na instituição, informações necessárias para o dimensionamento de um abrigo de resíduos proposto pela prefeitura do CEFET-MG. Foram desempenhadas atividades para compreender a dinâmica de geração e descarte de resíduos no campus, como: pesagem semanal dos resíduos, levantamento preliminar dos prováveis resíduos gerados e, finalmente, a realização de uma composição gravimétrica. A composição consistiu em quantificar os resíduos de acordo com sua tipologia, resultando em 31,6% de resíduos orgânicos e 18,9% de plástico, por exemplo. Os resultados permitem orientar as escolhas de alternativas técnicas, estratégicas e operacionais para atividades relacionadas à coleta, transporte, tratamento e disposição dos resíduos sólidos.

Palavras-chave


Gestão de resíduos. Caracterização. CEFET-MG.