Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 15ª Semana de Ciência & Tecnologia 2019 - CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
EFEITOS ISOTÓPICOS EM MOLÉCULAS DE INTERESSE ASTROQUÍMICO
Leonardo Gabriel Diniz, Cecile Lopes Damázio Rodrigues

Última alteração: 2019-09-10

Resumo


De acordo com alguns modelos cosmológicos, as moléculas de HD, HD+, HeH, HeH+ e LiH, assim como outras existentes no universo primordial, desempenharam notável influência no processo de resfriamento das nuvens de gás do universo primordial. A análise dessas moléculas e de seus isotopólogos, que inclui cálculos teóricos de propriedades moleculares e efeitos isotópicos, como o momento de dipolo eletrônico, coeficientes de Einstein, espectros rovibracionais e função resfriamento, tem fundamental contribuição no estudo teórico destes modelos de resfriamento. Neste trabalho, pesquisamos os efeitos isotópicos sobre as moléculas 7LiH e 7LiD. Foram calculadas as linelists completas destas duas espécies e discutidas os principais efeitos isotópicos observados. Os cálculos rovibracionais foram computados com o código Numerov renormalizado. Nestes cálculos, foram utilizadas Curvas de Energia Potenciais de alta precisão de Tung et al. (JChPh, 134, 064117, 2011), incluindo correções de massa nuclear finita e correlação explícita entre elétrons, adicionadas às correções relativísticas de Holka et al. (JChPh, 134, 094306, 2011). Os coeficientes de Einstein, Aij, ou probabilidades de transição, variam de forma considerável do 7LiH para o 7LiD. A função resfriamento tem diferença notável entre as espécies, observando-se uma convergência na faixa de temperatura entre 300 e 700K. O isotopólogo 7LiD apresenta uma melhor capacidade de resfriamento do que o isotopólogo 7LiH.

Palavras-chave


Astroquímica. Espectroscopia. Efeitos isotópicos.