Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 15ª Semana de Ciência & Tecnologia 2019 - CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE EXPERIMENTAL DE LAJES LISAS EM CONCRETO ARMADO COM FURO E ARMADURA DE CISALHAMENTO
Raphael Miranda de Souza, Camila Aline Aguiar Almeida

Última alteração: 2019-09-02

Resumo


O presente estudo objetivou investigar a influência da presença de furo em lajes e a eficiência da utilização de estribos dobrados com barras de aço de 6,3 mm como armadura de cisalhamento. Para isso, realizou uma pesquisa experimental sobre punção de lajes lisas, na qual foram ensaiadas quatro lajes com dimensões de 200x115x16 cm, sendo que a primeira foi uma laje sem furo e sem armadura de cisalhamento, a segunda tinha um furo de 15x15 cm adjacente ao pilar, e as duas últimas possuíam armaduras de cisalhamento ao redor de seus respectivos furos, variando apenas a taxa dessa armadura. As lajes foram apoiadas ao longo das duas bordas menores por blocos de seção T. O ensaio consistiu na aplicação de um carregamento vertical crescente no centro das lajes até a ruptura por punção, simulando a ação de um pilar. Foram analisados resultados como carga de ruptura, modo de ruptura e fissuras, deslocamentos verticais e deformação da armadura passiva. Concluiu que a presença do furo diminuiu a resistência à punção das lajes e a utilização de armadura de cisalhamento em duas camadas restabeleceu a capacidade resistente da laje. A norma NBR 6118:2014 apresentou estimativas a favor e contra a segurança para as lajes desse estudo. Este trabalho possuiu uma contribuição prática ao identificar uma solução para um problema real, e acadêmica ao servir de base para estudos semelhantes, além de propor recomendações para melhoria da norma atual.

Palavras-chave


Laje lisa. Punção. Furo.