Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 19ª SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEFET-MG - 2023

Tamanho da fonte: 
DESTRUIÇÃO DA MOLÉCULA INTERESTELAR MONONITRETO DE FÓSFORO PELA REAÇÃO C(3P) + PN(1Σ+)
Fábio Silmarovi Lopes Ferreira, Breno Rodrigues Lamaghere Galvão, Alexandre Coelho Rodrigues Gomes

Última alteração: 2023-08-22

Resumo


O fósforo é um elemento que desempenha um papel vital para a vida como conhecemos, sendo um dos componentes presentes em diversas biomoléculas. Além disso, ele constitui a molécula de adenosina trifosfato (ATP), responsável pelo fornecimento de energia para os organismos vivos. Dentro do contexto da química prebiótica, investiga-se como este elemento se tornou abundante na terra durante sua formação. No meio interestelar, a abundância do fósforo se dá principalmente na molécula diatômica de mononitreto de fósforo (PN) presente em regiões de nuvens interestelares. Com o intuito de verificar a destruição da molécula de PN em ambientes ricos de carbono atômico, um estudo teórico e computacional foi empregado para explorar o mecanismo de reação C(3P)+PN(1Σ+). Empregando o método de Density functional theory (DFT) e refinando os resultados com o método Coupled Cluster with Single and Double Substitutions (CCSD), as colisões entre o carbono atômico e a molécula de PN foram realizadas computacionalmente. Tal mecanismo de reação apresentou a existência de dois mínimos no diagrama de energia potencial, CPN e CNP, obtidos sem a presença de barreiras. Um terceiro mínimo, NCP, pode ser obtido como resultado da isomerização do CNP, apesar de apresentar uma barreira de energia potencial para sua formação. Ao final do mecanismo, os produtos N(4S) + CP(2Σ+) e P(4S) + CN(2Σ+), podem ser obtidos decorrentes do caminho seguido pela reação.

Palavras-chave


Astroquímica. Cinética química. Dados teóricos.