Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 26ª Mostra Específica de Trabalhos e Aplicações

Tamanho da fonte: 
AVALIAÇÃO DE EFICIÊNCIA DA ARMADILHA CG2 NO COMBATE AO Aedes aegypti
Rosiane Resende Leite, Ana Carolina Rocha e Silva, Bruna Gualtieri Lemos, Daniel Gomes Novi

Última alteração: 2016-09-05

Resumo


Levando em conta os problemas enfrentados pelo Brasil em relação às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, o presente projeto apresenta como proposta, a implementação de uma armadilha como mais um mecanismo no combate ao A. aegypti reduzindo assim, a propagação de doenças como Dengue, Zika e Chikungunya. A metodologia utilizada constituiu-se de pesquisa bibliográfica por meio de literatura especializada, planejamento para a elaboração e implementação da armadilha CG2. Esta consiste em um tripé invertido, recoberto com papel filme, e em seu interior aparas com cola entomológica e um atrativo para a fêmea do mosquito. Os ensaios com a armadilha estão em andamento em campo.

Palavras-chave


Armadilha. Mosquito. Vetor.

Referências


GOMES, Almério de Castro. Medidas dos níveis de infestação urbana para aedes (stegomyia) aegypti e aedes (stegomyia) albopictus em Programa de Vigilância Entomológica. Inf. Epidemiol. Sus,  Brasília ,  v. 7, n. 3, p. 49-57,  Sept.  1998 .   Available from <http://scielo.iec.pa.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-16731998000300006&lng=en&nrm=iso>. access on  19  Apr.  2016.  http://dx.doi.org/10.5123/S0104-16731998000300006.

GORAYEB, I. S., 2013. Uma nova armadilha ventilada para coleta de mosquitos com ou sem atração humana. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Naturais 8(1): 97-109.

 

RESENDE, Marcelo Carvalho de; SILVA, Ivoneide Maria da; EIRAS, Álvaro Eduardo. Avaliação da operacionalidade da armadilha MosquiTRAP no monitoramento de Aedes aegypti. Epidemiol. Serv. Saúde,  Brasília ,  v. 19, n. 4, p. 329-338,  dez.  2010 .   Disponível em <http://scielo.iec.pa.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-49742010000400003&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em  19  abr.  2016.  http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742010000400003.

 


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.