Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 27ª Mostra Específica de Trabalhos e Aplicações

Tamanho da fonte: 
SOCEGO-SENSOR DE OBJETOS PARA CEGOS
Márcio Melquíades Silva, Renato Zanetti, Bruna Ribeiro dos Santos, Luana Carla dos Santos, Marcella Silveira Santos

Última alteração: 2017-08-28

Resumo


Neste trabalho é desenvolvido um sensor de objetos para auxiliar na locomoção e independência de deficientes visuais. Segundo o IBGE há mais de 6,5 milhões de deficientes visuais no Brasil, sendo 582 mil cegos e seis milhões com baixa visão. Os portadores de deficiência visual enfrentam diversas dificuldades em seu dia-a-dia, principalmente ao se locomoverem pelas ruas onde há diversos obstáculos. O projeto utiliza o mesmo princípio de ecolocalização dos morcegos: a propriedade de reflexão das ondas sonoras para localizar objetos. No projeto é utilizado um sensor ultrassônico. Este envia ondas ultrassônicas e recebe um sinal de resposta, sendo que tempo de retorno é proporcional a distância do sensor aos objetos ao redor. O protótipo em desenvolvimento foi projetado para medir distâncias entre 2cm e 4m, com precisão de 3mm e ângulo de detecção de aproximadamente 15 graus. A ecolocalização inicia-se com o envio de um pulso de pelo menos 10μs, indicando o início da transmissão de dados. Posteriormente são enviados oito pulsos de 40KHz e o sensor então aguarda o retorno (em nível alto). O controle e processamento das informações são realizados com um microprocessador PIC 12F1822. Ele foi escolhido por seu tamanho reduzido.

Palavras-chave


Deficiente visual. Acessibilidade. Ultrassom.