Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 27ª Mostra Específica de Trabalhos e Aplicações

Tamanho da fonte: 
POTENCIALIDADE E LIMITAÇÕES DE UM MODELO ANALÓGICO COMO RECURSO MEDIADOR NO ENSINO DE GENÉTICA.
Leila Saddi Ortega, Samuel José de Melo Reis Gonçalves, Mateus Felipe Pereira Fonseca, Carolina Landes Caetano, Cristiane de Paula Gouveia

Última alteração: 2017-09-09

Resumo


A Genética representa um conteúdo escolar de grande dificuldade de compreensão devido ao nível de abstração de conceitos e processos. Pesquisas baseadas em analogias e modelos veem representando uma ferramenta valiosa para auxiliar o ensino de ciências. O objetivo deste trabalho é reestruturar um modelo analógico existente baseado na metáfora: “o DNA é como um livro” e avaliar as potencialidades e limitações deste modelo junto a estudantes do ensino básico. O modelo foi estruturado a partir de um domínio conhecido – Livro e um domínio de interesse científico - Cariótipo Humano. Foram construídos livros que representassem gametas humanos (Haploid Books) contendo 23 páginas assim como 23 cromossomos nos gametas. Adicionalmente, foi construída uma atividade didática vinculada à análise do Haploid Book. O modelo foi aplicado a professores de biologia e estudantes do 3° ano do ensino médio para validação do instrumento didático. Os resultados indicaram que estes identificaram conceitos como ploidia, cromossomos homólogos, genes alelos, dentre outros, de forma interativa e divertida. O trabalho está em andamento e a melhor forma de utilização deste modelo analógico em sala de aula será determinada junto a estudantes do ensino médio técnico do CEFET/MG.

Palavras-chave


Genética. Modelo Analógico. Ensino de Biologia.