Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 28ª Mostra Específica de Trabalhos e Aplicações

Tamanho da fonte: 
PLANO DE SANEAMENTO BÁSICO RURAL
Gretynelle Rodrigues Bahia, Maria Gabriela Lacerda Cabral Silva, Allan Britis Pinheiro Rocha, Bianca Medeiros dos Santos

Última alteração: 2018-08-24

Resumo


Em decorrência das dificuldades existentes no cenário rural brasileiro relacionadas à saúde e meio ambiente, este trabalho tem o intuito de elaborar um Plano de Saneamento Básico Rural para uma comunidade próxima a Curvelo, abordando diversas questões como destinação final adequada de resíduos sólidos e efluentes. Além disso, pretende-se viabilizar melhores condições de vida nos âmbitos sociais, econômicos e ambientais. A metodologia consiste na aplicação de questionários para a obtenção de dados, visando levantar informações referentes às condições sanitárias e aspectos sociais das famílias da região em estudo. Será desenvolvido um site contendo as informações a respeito das etapas e resultados obtidos no decorrer do projeto e a criação de um Plano de Saneamento Rural Básico que conterá diversas soluções para as principais dificuldades encontradas. Diante disso, espera-se que o projeto possibilite o fornecimento de novas técnicas que auxiliem as famílias a melhorar o meio em que vivem de forma sustentável.

Palavras-chave


Saneamento. Rural. Ambiental.

Referências


EUGÊNIO, Luiz Pereira Valiñas Cardoso e Silva. Avaliação ambiental estratégica para programas de saneamento básico: Construindo orientações para a etapa de scoping. Disponível em: https://doaj.org/article/c2dbd1a44b7e4348a6edb304bd6e16e5. Data de acesso: 25/06/2018.

IBGE. PNSB 2008: Abastecimento de água chega a 99,4% dos municípios, coleta de lixo a 100%, e rede de esgoto a 55,2%. Disponível em: https://censo2010.ibge.gov.br/noticias-censo.html?busca=1&id=1&idnoticia=1691&t=pnsb-2008-abastecimento-agua-chega-99-4-municipios-coleta-lixo-100-rede&view=noticia. Data de acesso: 25/06/2018

JOSÉ, João Pessoa Mota; DI STEFANO, Carlos Silva Sousa; COSTA, Alessandro da Silva. Saneamento básico e seu reflexo nas condições socioambientais da zona rural do baixo munim (maranhão). Disponível em: https://doaj.org/article/9465f46f1b9f4c2e998b8d5a604340a1. Data de acesso: 25/06/2018.

KOBIYAMA, M.; MOTA, A.A.; CORSEUIL, C.W. Recursos hídricos e saneamento. Curitiba: Ed. Organic Trading, 2008. 160p. Disponível em: http://www.labhidro.ufsc.br/Projetos/TCC/Recursos_Hidricos_e_Saneamento_Versao_digital.pdf. Data de acesso: 25/06/2018.

LARSEN, Daniel. Diagnóstico do Saneamento Rural através de metodologia participativa. Estudo de caso: Bacia contribuinte ao reservatório do Rio Verde, região metropolitana de Curitiba, PR. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/26294/Diagnostico%20do%20Saneamento%20Rural%20Atraves%20de%20Metodologia%20Participativa%20-%20Estudo%20de%20Caso%20-%20Bacia%20do%20.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Data de acesso: 25/06/2018

MARCEL, Jefferson Gross Mendes . Dimensões da sustentabilidade.2009. cap.5. Revista das Faculdades Santa Cruz.2009. v. 7.

PLANSAB. Plano Nacional de Saneamento básico. Ministério das Cidades, 2013. Disponível em: http://www.cecol.fsp.usp.br/dcms/uploads/arquivos/1446465969_Brasil-PlanoNacionalDeSaneamentoB%C3%A1sico-2013.pdf. Data de acesso: 25/06/2018.

RATTNER, Henrique. Meio ambiente, saúde e desenvolvimento sustentável. Disponível em: https://doaj.org/article/c4747978c31d448cae1d63d6ddb67c0d?frbrVersion=3. Data de acesso: 25/06/2018.