Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 29ª Mostra Específica de Trabalhos e Aplicações

Tamanho da fonte: 
COMPOSTAGEM, AUTOGESTÃO DEMOCRÁTICA E AGROECOLOGIA NA CABANA DO PAI TOMÁS
Bráulio Silva Chaves, Emanuel Gomes Alves, Cristiana Guimarães Alves

Última alteração: 2019-08-07

Resumo


O trabalho objetiva a implementação de um modelo de autogestão focado na compostagem de resíduos sólidos orgânicos urbanos, no Aglomerado Cabana do Pai Tomás, utilizando a Agroecologia como suporte científico, tecnológico, teórico e prático. A atual gestão dos resíduos sólidos é praticada, de forma recorrente, por meio de um viés tecnicista, optando por decisões que, muitas vezes, desconsideram o contexto social, priorizando a coleta e a destinação final dos resíduos, deixando em segundo plano a geração e o uso de tecnologias ambientalmente, socialmente e economicamente articuladas. A metodologia do projeto contempla pesquisa bibliográfica a respeito dos seguintes temas: panorama sobre os resíduos sólidos urbanos no Brasil e em comunidades de baixa renda, autogestão participativa e compostagem doméstica. Em um segundo momento, foi elaborado um Diagnóstico Social Participativo em um grupo da comunidade, que objetivou descrever e analisar a percepção socioambiental e identificar as possíveis inter-relações entre ambiente, segurança alimentar, qualidade de vida e organização da comunidade, bem como as potencialidades e dificuldades existentes na organização da comunidade. Como resultado, constatou-se a viabilidade de um processo de compostagem autogestionado que será testado em escala piloto.

Palavras-chave


Autogestão. Cabana do Pai Tomás. Compostagem