Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, 29ª Mostra Específica de Trabalhos e Aplicações

Tamanho da fonte: 
ESTUDO DAS DISPARIDADES ENTRE OS GÊNEROS NO MERCADO DA CONSTRUÇÃO CIVIL NACIONAL COM BASE NAS NR’S E NOS PADRÕES INTERNACIONAIS DE TRATAMENTO FEMININO NESSE SETOR
Rosana Aparecida Ferreira Nunes, Adriana dos Santos Sales, Maria Eduarda Souza Brommonschenkel, Yula de Oliveira Costa Silva

Última alteração: 2019-09-20

Resumo


Nos últimos anos, com os avanços nas leis trabalhistas, a participação feminina no mercado de trabalho em geral aumentou. Contudo, pesquisas mostram que no setor da construção civil, o percentual de homens empregados é superior ao de mulheres e mesmo com mais tempo de estudo e qualificação, elas ainda ganham em média menos do que os homens. A influência dos estereótipos de gênero contribuem para este cenário, bem como fatores sociais, culturais e outros. Pensando nisso, o objetivo deste projeto é a realização de um estudo sobre as principais dificuldades vivenciadas atualmente pelas mulheres no ramo da construção civil, analisando principalmente as causas, direitos conquistados e os impactos sociais que tal situação provoca em âmbito nacional, a fim de propor comparações em âmbito internacional. As estudantes envolvidas nesta pesquisa irão elaborar e aplicar questionários destinados às empresas e a suas trabalhadoras, através do sistema Google Docs. A partir das respostas obtidas, as alunas irão analisar os gráficos e compará-los com dados de outras fontes, inclusive internacionais. Desta forma, espera-se que este trabalho não só questione de que modo o sexo feminino inserido neste contexto de trabalho é afetado, como apresente o que pode e deve ser feito para melhorar a situação descrita, seguindo um dos dezessete objetivos para transformar nosso mundo, de acordo com a iniciativa das Organizações das Nações Unidas (ONU).

Palavras-chave


Construção civil. Disparidade. Gêneros