Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, Seminário de Discentes dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu

Tamanho da fonte: 
O TRABALHO NA PÓS-MODERNIDADE E SUAS IMPLICAÇÕES CULTURAIS E EDUCACIONAIS NOS PROCESSOS IDENTITÁRIOS DA CLASSE TRABALHADORA.
FABÍULA TATIANE PIRES, Maria Rita Neto Sales Oliveira

Última alteração: 2013-09-17

Resumo


Este artigo discutirá como as mudanças ocorridas no mundo trabalho, especialmente na pós-modernidade, tiveram implicações culturais e educacionais nos processos identitários da classe trabalhadora assim como, a passagem da vida rural para urbana implicou novas concepções de espaço e tempo. Avançando para além da educação cujo único fim é a adaptação, propõe-se um caminho para a emancipação, com a valorização e integração da cultura popular à educação, contribuindo para que o trabalhador tenha uma imagem positiva de si. Este trabalho situa-se na área das Ciências Humanas, especificamente na Educação.

Palavras-chave


Relação trabalho. Cultura e educação. Processos Identitários. Classe trabalhadora.

Um cadastro no sistema é obrigatório para visualizar os documentos. Clique aqui para criar um cadastro.