Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, Seminário de Discentes dos Programas de Pós - Graduação Stricto Sensu

Tamanho da fonte: 
Determinação de áreas de infestação por Aedes aegypti via Clusters Estatísticos Espaciais sobre dados de captura
José Luiz Acebal Fernandes, Luis Gustavo di franco Consani

Última alteração: 2014-10-06

Resumo


Uma vez que o orçamento dos órgãos públicos destinados ao controle de doenças como a dengue cresce a cada ano, faz-se necessário então ações de controle mais eficientes de gestão da população de mosquitos Aedes aegypti; transmissor do vírus da dengue ao homem. A determinação de conglomerados ou clusters (em inglês), estatísticos espaciais é um assunto primordial em se tratando de estudos epidemiológicos, pois a partir dos seus resultados, podemos direcionar melhor as ações preventivas para área de maior infestação, reduzindo assim os custos bem como o numero de casos da doença. Nesse trabalho iremos propor um método de detecção dos clusters estatísticos espaciais para áreas de diferentes potenciais para novos surtos de dengue causados por infestações de Aedes aegypti. Para a elaboração de tal método, vamos utilizar duas estratégias diferentes que trabalharão em conjunto. A primeira é uma meta-heuristica de busca local chamado Recozimento Simulado ou Simulated Annealing (em inglês), a segunda estratégia é o método visual de buscar por clusters circulares espaciais proposto por Besag e Newell. Com a utilização destas técnicas, poderemos prever quais serão as áreas com maior potencial de ocorrência de surtos de dengue antes que ele se concretize. O poder de detecção do método proposto, é verificado fazendo a detecção sobre simulações de regiões obtidas por método de Monte Carlo.

Palavras-chave


Dengue. Clusters. simulated Annealing