Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, Seminário de Trabalhos Técnico-Científicos dos Servidores TAE em Gestão Pública

Tamanho da fonte: 
Síndrome de Burnout: um estudo com professores do ensino médio em uma escola pública inclusiva de Belo Horizonte
Margaret Oliveira Lopes

Última alteração: 2013-10-16

Resumo


Este estudo tem por objetivo identificar e analisar as dimensões e os fatores associados à incidência da Síndrome de Burnout em docentes que lecionam em uma escola pública inclusiva do ensino médio na região metropolitana de Belo Horizonte. Contempla 53 professores. Consiste em uma pesquisa descritiva, que utilizou abordagens quantitativas e qualitativas, com base em um estudo de caso. Na abordagem quantitativa, foi utilizado o questionário Maslach Burnout Inventory, originado da pesquisa feita por Christina Maslach e Susan Jackson (1981), e adaptado na pesquisa de Codo (1999). Para o tratamento dos dados quantitativos, foram utilizadas as técnicas univariada e bivariada. Em seguida, foram realizadas entrevistas semiestruturadas para o aprofundamento dos dados obtidos na pesquisa quantitativa. O fator do Burnout que obteve maior significância, com maior média, foi baixa realização pessoal, sendo que dos indicadores que revelaram maiores níveis de burnout nos professores destacaram-se cansaço no final da jornada de trabalho e influência positiva na vida de outros. Entre as limitações encontradas para a realização do trabalho, aponta-se que novas pesquisas devem emergir com o foco voltado para o estudo qualitativo, uma vez que o resultado da pesquisa realizada revelou significância que deve ser estudada no marco teórico, e não se restringir apenas a estudos em uma única escola pública inclusiva em Belo Horizonte (MG).


Um cadastro no sistema é obrigatório para visualizar os documentos. Clique aqui para criar um cadastro.