Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, XI Semana de Ciência & Tecnologia 2015 - CEFET-MG

Tamanho da fonte: 
Editoras independentes e artesanais: iniciativas em terras mineiras – parte III
Maria do Rosário Alves Pereira, Raquel Basílio Ribeiro

Última alteração: 2015-08-17

Resumo


O objetivo deste trabalho é refletir acerca de segmentos editoriais pouco convencionais que encontram iniciativas profícuas em Minas Gerais. As chamadas editoras independentes, assim como as artesanais, têm se tornado mais expressivas e apontam para uma fatia do mercado editorial que apresenta outras preocupações que não apenas a financeira. Ainda que por vezes o conceito de “editora independente” seja problemático, parte-se da figura do editor para se pensar nesse segmento menos convencional. Ao problematizar a abrangência do trabalho desse profissional, uma vez que ele pode agregar funções diversas e múltiplas, observa-se como isso interfere no processo editorial como um todo e, consequentemente, no livro produzido. Analisam-se os processos editoriais envolvidos no trabalho da Editora Crisálida. A metodologia é bibliográfica e de campo. As conclusões apontam para o fato de que essas formas de produção ampliam o campo de reflexão sobre um mercado editorial diversificado.

Palavras-chave


Edição. Circuito independente. Processos editoriais.