Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, X Semana de Ciência & Tecnologia 2014

Tamanho da fonte: 
Estudo da biodegradação de geotêxteis de fibra de coco
Gabriel Corrêa Veríssimo, Patrícia Procópio Pontes, Andréa Rodrigues Marques Guimarães, Cristina Roscoe Vianna

Última alteração: 2014-08-05

Resumo


Os geotêxteis de fibra de coco são aplicados no solo para conter erosão e criar uma cobertura de vegetais em solos degradados. No entanto, a técnica usa sementes de espécies daninhas, invasoras e exóticas, e o local não se recupera em termos de diversidade ecológica. O presente projeto teve como objetivo avaliar o tempo de biodegradação de uma biomanta que, diferente das outras no mercado, quando implementada, por ter sementes nativas aderidas, pode contribuir para o desenvolvimento dos estágios sucessionais necessários à regeneração de áreas florestais, importante para a escolha das sementes de espécies vegetais que a fertilizará. Para desenvolvimento dos experimentos, foram confeccionados diferentes corpos-de-prova da biomanta variando as composições de celulose de papel, folhas,  goma de amido e gesso. Após a caracterização do solo, realizou-se o ajuste de umidade,  seguido da adição dos diferentes corpos de prova, procurando-se avaliar o efeito dos diferentes componentes da biomanta  no processo de biodegradação. O solo foi  mantido em respirômetros para avaliação da evolução do processo de biodegradação. Os resultados obtidos indicaram a produção de dióxido de carbono, indicativa de biodegradação, para os diferentes corpos de prova confeccionados. A continuidade dos experimentos permitirá a identificação da melhor composição para a biomanta.


Palavras-chave


Biodegradação; biomantas férteis; fibras de coco.