Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, X Semana de Ciência & Tecnologia 2014

Tamanho da fonte: 
Comportamento mecânico de compósitos cimenticios com cinzas de bagaço de cana-de-açúcar moídas
Gabriela Melo Pereira, Natalia Oliveira Sena, Ana Luiza de Figueiredo Maia, Daniela Oliveira de Morais, Laura Luíza de Melo Sapori Oliveira, Isabela Marques dos Reis Ferreira, Augusto Cesar da Silva Bezerra

Última alteração: 2014-08-06

Resumo


O bagaço de cana-de-açúcar (BCA) é resíduo da indústria sucroalcooleira e a sua principal destinação é a queima em caldeiras para geração de energia. Como resíduo da cogeração de energia são produzidas as cinzas de bagaço de cana-de-açúcar (CBCA) e estas não possuem destinação nobre. Estas cinzas possuem alto teor de carbono e granulometria groseira. A bibliografia indica que a granulometria influencia o desempenho das pozolonas, sendo que quanto mais fina for a pozolana, melhor será o seu desempenho. O presente trabalho estudou do uso da CBCA moída com alto teor de carbono em substituição parcial ao cimento portland na produção de compósitos cimentícios. As cinzas foram processadas moagem de alto desempenho, e após o processamento foram caracterizadas por microscopia eletrônica de varredura, difração de raios-x, granulometria a laser, espectrometria de fluorescência de raios-X. Após a caracterização foram confeccionados compósitos cimentícios com substituição de 0, 10, 20 e 30% do cimento pela CBCA moída. Os compósitos foram avaliados mecanicamente através dos ensaios de resistência à compressão e à tração na flexão. Os resultados apresentaram-se relevantes, indicando o possível uso da CBCA moída com adição na fabricação do cimento. Acredita-se que a adição de CBCA moída contribuirá para a sustentabilidade, uma vez que será reduzido o consumo de cimento reduzindo as emissões de CO2 da fabricação do clínquer. E acredita-se também que o uso da CBCA moída aprisionará CO2 nos compósitos cimentícios.

Palavras-chave


cinzas de bagaço de cana-de-açúcar, compósitos cimentícios e sustentabilidade