Portal de Administração de Conferências - CEFET-MG, Seminário de Discentes dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu

Tamanho da fonte: 
EXPRESSÃO PROTÉICA QUANTITATIVA, IN-SILICO
Anton Semenchenko, Bárbara Zanandreiz Siqueira Mattos, Guilherme Oliveira, Allbens Atman Picardi Faria

Última alteração: 2016-09-19

Resumo


Será apresentado o desenvolvimento do modelo híbrido de tradução do mRNA. A aplicação deste modelo é ilustrada pela virtualização dos kits de expressão de proteína do tipo “cell-free”. O sistema computacional para estudos de síntese de proteínas quantitativa é construído pela combinação do automato celular 3D e a simulação baseada em agente do processo de alongamento de aminoácidos. A utilização das cadeias de Markov para representar os processos bioquímicos orquestrados pelo ribossomo é o elemento fundamental do modelo. O sistema computacional apresentado é capaz executar a investigação dos regimes não-estacionários e propriedades espaciais dos polissomos. O modelo da tradução do mRNA é validado pelos dados experimentais de produção da luciferase no sistema de expressão genica tipo “cell-free”. Além disso, demonstramos a facilidade de utilização, flexibilidade e rigor da técnica baseada em agentes pela avaliação das duas hipóteses sobre os mecanismos de inibição de antibióticos Edeína. A análise e visualização do viveiro de polissomos, os engarrafamentos de ribossomos em ambiente 3D são apresentados. As interações de longo alcance e outras propriedades estocásticos dos sistemas de mRNA-ribossome são investigados usando o expoente de Hurst. Além disso, as oportunidades futuras para investigação da formação das cadeias nascentes dos amino ácidos e de tradução de mRNA são discutidos em detalhe.

Palavras-chave


Proteína mRNA. Cadeias de Markov.